«

»

dez 11

Crea-PE recebe homenagem da Alepe pelos 85 anos de história

A noite de terça-feira (10.12), foi de reconhecimento e festa para o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), e para os profissionais das Engenharias, da Agronomia e das Geociências. Em sessão Solene na Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco (Alepe), o Crea-PE , por iniciativa do deputado estadual Rogério Leão, foi homenageado pela passagem dos seus 85 de criação. Considerado o maior conselho de classe profissional da América Latina, com representatividade em todos os estados brasileiros, a entidade de classe tem como atribuição legal, o papel de verificar, orientar e fiscalizar o exercício dessas profissões, evitando a prática ilegal das atividades.

A mesa diretiva da sessão foi composta pelo deputado Lucas Ramos, representando o presidente da casa, deputado Eriberto Menezes, governadora em exercício, Luciana Santos, presidente do Crea-PE, Evandro Alencar, presidente da Academia Pernambucana de Engenharia, Mário de Oliveira Antonino, presidente do Sindicato dos Engenheiros, Fernando Freitas, presidente do Memorial de Engenharia de Pernambuco, Maurício Pina e pelo presidente do Clube de Engenharia de Pernambuco, Alexandre Santos.

“Cumprimento os que fazem o Crea-PE, tanto na sede, no Recife, quanto em suas 14 inspetorias. Saúdo a categoria de engenheiros e agrônomos em nome do presidente da entidade”, pontuou o deputado Lucas Ramos (PSB), que presidiu a reunião.

O deputado Rogério Leão, propositor da homenagem, lembrou que o Crea-PE tem buscado levar à sociedade a prestação de serviços capazes de garantir a segurança e a melhoria da qualidade de vida, tendo se tornado referência no País pelos bons serviços prestados. Ressaltou ainda, que a instituição tem investido em atendimentos online, processos digitais, fiscalizações e programas para multiplicar conhecimentos.

Leão elogiou as iniciativas da atual gestão como a criação dos projetos “Terça no Crea” ,“Crea na Estrada” e “Conversa com o Presidente”, que levam conhecimento e suporte aos municípios do Interior do Estado promovendo a interação com estudantes e profissionais.

A governadora Luciana Santos, ressaltou a importância estratégica da Engenharia para a retomada do desenvolvimento do País e para a construção de um projeto de Nação autônoma. Mencionando a definição de Engenharia no dicionário de Aurélio Buarque, falou do orgulho de ser engenheira, explicando que a atividade tem a capacidade de dar solução aos problemas mais complexos, sempre a serviço da sociedade.

Em seguida, citou nomes de grandes engenheiros pernambucanos como Joaquim Cardoso, Domingos Ferreira, José Estelita e Jaime Gusmão. Se dirigindo ao presidente do Crea-PE falou da sua importância como gestor . “Presidente, a você cabe um importante desafio que é levar adiante o símbolo da Engenharia onde se debate assuntos importantes, zelando pelo cumprimento das ações que tenham como objetivo o desenvolvimento do País e a defesa dos interesses da sociedade”.

Para o presidente do Clube de Engenharia de Pernambuco, Alexandre Santos, a merecida homenagem tem um significado mais amplo. “Com este gesto, a Alepe lança à sociedade um símbolo da importância da Engenharia, como seguimento econômico, que por sua vez, está intimamente ligado ao desenvolvimento. Assim, a Alepe diz à sociedade que o País precisa de desenvolvimento e que ele se faz com a Engenharia”, defende.

Presenteado com uma placa alusiva aos 85 anos de fundação, entregue pela governadora Luciana Santos e pelos deputados Rogério Leão e Lucas Ramos, o presidente do Conselho, Evandro Alencar, agradeceu a homenagem e afirmou que a entidade espera estar cada vez mais forte e mais inserida na vida dos cidadãos. “Nossa gestão tem o compromisso de crescer, agregar, reconhecer e valorizar as nossas profissões e os resultados do trabalho dos profissionais, buscando trazer mais e melhor valor para a sociedade pernambucana”, salientou, acrescentando informações acerca dos projetos implantados na sua gestão, iniciada em 2015.

Aproveitando a oportunidade, Alencar se dirigiu aos parlamentares pedindo empenho para a aprovação da lei de manutenções prediais, explicando que, o dispositivo foi regulamentado parcialmente, especificamente, os itens que se referem aos “prédios caixão”. No entanto, explicou que o risco de colapsos e desabamentos existe em todas as obras, por isso, “a importância do estabelecimento de regras para as manutenções prediais para que o Estado saia da situação de risco para a sociedade”, conclui.

Da solenidade, participaram também conselheiros, inspetores, membros do CreaJr/PE , colaboradores e profissionais do Sistema.